Como empreender nos Estados Unidos

mulher morena, com camisa branca e bandeira americana à esquerda dela

Resumo para quem tem pressa

Empreender nos Estados Unidos é atrativo para muitos empresários devido ao tamanho do mercado, acesso ao capital, cultura de inovação e proteção à propriedade intelectual. No entanto, entrar nesse mercado apresenta desafios como concorrência acirrada, diferenças culturais e regulamentações. O processo para abrir uma empresa nos EUA envolve escolher o tipo de entidade legal, registrar um nome único, obter o EIN, abrir uma conta bancária e obter as licenças necessárias. É possível empreender nos EUA morando no Brasil, contudo, é necessário um endereço físico nos EUA e um procurador local. Os setores mais lucrativos incluem tecnologia e inovação, saúde e bem-estar, e serviços contábeis e legais. O conhecimento contábil e tributário é valorizado, pois o sistema tributário dos EUA é complexo. Empreender nos EUA requer planejamento e preparação para enfrentar desafios e aproveitar oportunidades.

Sumário do Conteúdo

Os Estados Unidos são o destino preferencial de empreendedores que planejam expandir seus negócios no exterior. 

Isso se deve a vários fatores, como o tamanho e a diversidade do mercado americano, o acesso a capital e talento, a cultura de inovação e a proteção à propriedade intelectual. 

Entretanto, entrar no mercado americano não é tão fácil quanto parece e tem muitos desafios e riscos, como a concorrência acirrada, as diferenças culturais e legais, os custos elevados e as barreiras regulatórias. 

Neste artigo, vamos discutir se empreender nos Estados Unidos vale ou não a pena. 

Fique com a gente, pois aqui vamos falar:

  • Como empreender nos Estados Unidos;
  • O que fazer para ganhar dinheiro nos Estados Unidos;
  • Quais os negócios mais lucrativos nos Estados Unidos;
  • E muito mais…

 

Como empreender nos Estados Unidos

Abrir uma empresa nos Estados Unidos pode ser um pouco burocrático e depende do tipo de negócio,  do estado e da cidade onde se pretende atuar, dos sócios e dos impostos envolvidos. 

O primeiro passo é escolher o tipo de entidade legal que melhor se adapta ao seu negócio. 

Existem quatro tipos principais de empresas nos EUA: LLC (Limited Liability Company), C-Corp (Corporation), S-Corp (Small Business Corporation) ou Sole Proprietorship (Empresa Individual). 

Cada um tem suas vantagens e desvantagens, dependendo do seu objetivo, do seu faturamento, do seu lucro e do seu regime tributário. 

Você deve pesquisar bem as características e as implicações de cada um antes de tomar sua decisão.

O segundo passo é escolher o nome da sua empresa, que deve ser único e disponível no Estado onde você pretende se registrar. 

Você pode verificar a disponibilidade do nome no site oficial do estado ou em sites especializados. 

Você também deve verificar se o nome escolhido não infringe nenhuma marca registrada nos EUA.

O quarto passo é obter o EIN (Employer Identification Number), que é o número de identificação fiscal da sua empresa, emitido pelo IRS (Internal Revenue Service). 

Ele é necessário para abrir uma conta bancária, contratar funcionários, pagar impostos e fazer negócios nos EUA. 

Você também precisa abrir uma conta bancária nos EUA, que requer o EIN, o certificado de registro da empresa e um endereço físico nos EUA. 

Também é preciso obter as licenças e permissões necessárias para operar no setor e na localidade escolhidos. 

Dependendo da natureza e da localização do seu negócio, você pode precisar de licenças federais, estaduais ou locais para cumprir as normas e os regulamentos aplicáveis. 

Você deve verificar quais são as licenças e permissões exigidas para o seu negócio no site oficial do governo dos EUA ou nos sites dos estados e das cidades onde você pretende atuar.

E é claro, como não podia deixar de ser, uma vez que em nenhum lugar do mundo você é totalmente dono do seu dinheiro, você precisa  pagar os impostos federais, estaduais e locais, que variam de acordo com o tipo de entidade legal, o faturamento e o lucro da empresa. 

Você pode contratar um contador ou um consultor fiscal para te ajudar nessa tarefa, eu mesmo já fiz esse tipo de trabalho para muitos dos meus clientes e posso também te auxiliar nisso.

 

Dá para empreender nos Estados Unidos morando no Brasil?

Homem feliz com camisa branca estampada com a bandeira dos Estados Unidos, ao fundo uma casa verde

Empreender nos Estados Unidos morando no Brasil pode ser mais fácil do que você imagina. 

E os benefícios de ter uma empresa americana são muitos…

Estamos falando de acesso a um mercado maior e mais desenvolvido, a possibilidade de captar investimentos e clientes internacionais, a facilidade de fazer negócios com outros países e a credibilidade de ter uma marca global. 

E é realmente muito fácil fazer isso!

Tudo que você precisa para empreender nos EUA é do seu documento de identificação, seu passaporte e se atentar às questões burocráticas.

Isso mesmo, você não precisa ter um visto americano, nem um endereço de residência nos EUA, nem viajar para lá. 

Tudo pode ser feito pela internet, através de plataformas digitais que facilitam o processo de registro, contabilidade e gestão da sua empresa americana. 

Não se esqueça de fazer uma pesquisa de mercado bem detalhada para saber como e onde vai abrir a sua empresa.

Analise seu segmento, público-alvo, concorrentes, vantagens competitivas, desenvolva bem suas estratégias de marketing e por aí vai.

Posso estar chovendo no molhado, principalmente se você já é um empreendedor experiente, mas nunca é demais reforçar a importância de fazer um bom planejamento antes de abrir uma empresa nos EUA. 

O mercado americano é muito competitivo e exigente, e você precisa estar preparado para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades.

Assim, você aumenta as chances de sucesso e reduz os riscos de fracasso.

 

Pontos de atenção para abrir empresa nos EUA morando no Brasil

A maior dificuldade mesmo é arrumar um endereço nos Estados Unidos para registrar a sua empresa. 

Você não precisa morar lá, mas sua empresa precisa de um endereço físico.

Para isso, você pode usar o endereço de um escritório compartilhado, de um agente ou de um serviço de caixa postal. 

Evite o endereço de um hotel, de um amigo ou de um parente, pois isso pode gerar problemas legais e fiscais. 

Também será preciso nomear um procurador local, que é uma pessoa ou empresa que pode representar a sua empresa nos EUA e receber documentos oficiais em seu nome.

Ele deve ter um endereço físico no mesmo estado onde você vai registrar a sua empresa. 

Mas não se preocupe, você pode contratar um agente registrado, que é um serviço especializado que oferece esse tipo de função. 

Também é preciso obter o EIN, que é o número de identificação fiscal da sua empresa, emitido pelo IRS (Internal Revenue Service). 

Você pode solicitá-lo gratuitamente, por telefone, fax ou correio.

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de abrir uma conta bancária nos Estados Unidos. Ela será necessária para receber e enviar pagamentos. 

 

Quais os negócios mais lucrativos nos Estados Unidos

homem de óculos programando

Os Estados Unidos são um dos maiores mercados do mundo, oferecendo inúmeras oportunidades para empreendedores e investidores. 

Confira agora alguns dos negócios mais lucrativos para empreender nos Estados Unidos. 

 

Tecnologia e Inovação

O setor de tecnologia é um dos mais rentáveis e competitivos nos Estados Unidos, atraindo talentos e recursos de todo o mundo. 

As áreas de inteligência artificial, realidade virtual, automação, fintech e biotecnologia são algumas das que apresentam maior potencial de crescimento e inovação. 

Segundo a pesquisa da McKinsey, as ferramentas de inteligência artificial generativa apresentaram um crescimento explosivo em 2023, sendo utilizadas regularmente em pelo menos uma função de negócio por um terço dos entrevistados.

Não tenha dúvidas: a revolução industrial 4.0 está aí e vai ganhar muito espaço quem dominar as novas tecnologias.

 

Saúde e Bem-Estar

A saúde e o bem-estar são temas cada vez mais relevantes para a população americana, que busca por produtos e serviços que melhorem a sua qualidade de vida. 

A telemedicina, a saúde mental, o condicionamento físico personalizado e os produtos naturais e orgânicos são exemplos de negócios lucrativos nesse segmento. 

 

Contabilidade e Direito Tributário

Pode parecer estranho fazer essa recomendação, mas eu sei do que estou falando: essa é a minha área e é graças a ela que hoje vivo tão bem aqui nos Estados Unidos.

Ter conhecimento contábil e de direito tributário te fará um profissional muito requisitado por todo mundo, especialmente entre os brasileiros que moram aqui ou que pretendem empreender nos Estados Unidos.

Isso acontece porque todo sistema tributário é complexo – e nos Estados Unidos não é diferente. 

Fato é que enquanto houver imposto haverá demanda por contadores. 

E uma vez que só podemos ter duas certezas nesta vida, a morte e os impostos, dá para seguramente dizer que a profissão do contador continuará existindo até o fim dos tempos. 

 

Ficou com alguma dúvida?

Fale comigo nos comentários.

Amo responder e ajudar as pessoas.

Conte sempre comigo!

Compartilhar

Felipe Miranda

Obrigado!

Em breve iremos lançar o livro Meu Dinheiro, Minhas Regras. E para garantir com exclusividade, entre para o nosso grupo no WhatsApp.

Faça parte do nosso grupo gratuito no WHatsApp